As 12 badaladas

Estamos no equador do último mês de 2018 e parece um bom momento para repassar as principais recomendações deste site durante um ano que não foi especialmente prolífico em terror de qualidade. Continue reading

Posted in Artigo | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

Suspiria como pretexto

Bah.

É uma autêntica odisseia encontrar uma sala na Galiza que projecte o remake de Suspiria a cargo de Luca Guadagnino; o qual, com independência dos méritos do filme, é tão triste como ilustrativo. Continue reading

Posted in Crítica | Tagged , , , , , | Leave a comment

Não é um outro “It Follows”

Los Angeles é um lugar surreal, feio e sem alma.

Se procurarem bem, já podem assistir o novo filme de David Robert Mitchell, realizador promissório por algum ilustre trabalho precedente. Continue reading

Posted in Crítica | Tagged , , , , | Leave a comment

Outra capa amarela

Infelizmente, Vanessa Paradis faz aqui de “final girl”.

Talvez um sintoma positivo de respeito pela diversidade estão a ser os recentes papeis principais reservados para personagens LGTBI, até não há muito, invisíveis no género. Continue reading

Posted in Uncategorised | Tagged , , , , , , | Leave a comment

Um pouco de oxigénio para o neo-giallo

Entre a beleza e coisas que não sabes muito bem por que estão ali.

Ontem, no teatro principal de Compostela, pôde-se assistir ao último trabalho de Peter Strickland; uma curiosa mistura de thriller clássico, terror fantástico e comédia absurda. Continue reading

Posted in Crítica | Tagged , , , , , , | Leave a comment

Cam

Por se alguém não sabia, a pornografia não é cool.

Esta passada semana, estreou-se na plataforma provedora de filmes e séries Netflix, a longa-metragem debute do realizador Daniel Goldhaber e da guionista Isa Mazzei: Cam. Continue reading

Posted in Crítica | Tagged , , | Leave a comment

Elizabeth Harvest

Lindo.

Elizabeth Harvest, filme escrito e dirigido por Sebastián Gutiérrez, será muito provavelmente um desses casos com os que a crítica e o público cometerão uma injustiça atroz; se dermos crédito às resenhas colectadas e às pontuações registadas em sites de cinema até o momento. Continue reading

Posted in Crítica | Tagged , , | Leave a comment

Uma casa construída com vaidade

Sim, não é para projectar na sessão infantil.

Os espectadores picheleiros, no contexto do Cineuropa, puderam desfrutar ontem do filme que escandalizou Cannes e que colectou boas críticas em Sitges; a incluir Gaspar Noé, quem afirmou merecer o prémio Méliès de ouro. The House that Jack Built tem, não obstante, a assinatura de Lars von Trier; o que acostuma a significar várias coisas. Continue reading

Posted in Crítica | Tagged , , , , , , | Leave a comment

Tempo morto

Bom começo. Não pensem que vai ser tudo assim.

O produtor Brad Barugh estrea-se como realizador com Dead Night, uma longa-metragem de terror que congrega algumas boas ideias, mas que erra na fórmula da sua combinação. Continue reading

Posted in Crítica | Tagged , , , , | Leave a comment

Animais de estimação

Sim, não são verdadeiros velhotes.

Depois de padecer a exageração dos méritos dalgum engendro cinematográfico engordado pela crítica, é de justiça deter-se no caso contrário. E American Animals, de Bart Layton, é um exemplo cruel de filme subvalorizado que merece toda a nossa atenção. Continue reading

Posted in Crítica | Tagged , , , | Leave a comment