Tag Archives: Gore

O descrédito da heroicidade

Resulta tão frequente levar uma decepção quando um filme de terror é precedido duma imensa campanha promocional que, no caso de Brightburn, dá para levar uma gratificante surpresa. Esta visão perversa da conhecida história do puto kriptoniano caído na Terra, … Continue reading

Posted in Crítica | Tagged , , , , | Leave a comment

Não há alternativa ao nosso mundo (Midsommar)

É possível que a gente espere ver em Midsommar, o segundo filme de Ari Aster, um novo Hereditary. Embora confirme certos traços estilísticos e discorra por dentro do enredo de terror um intenso drama emocional, devemos concluir que felizmente não … Continue reading

Posted in Crítica | Tagged , , , , , | Leave a comment

Chucky e o 5G

Poder-se-ia qualificar de “frio” o acolhimento que teve a revisão de Child’s Play feita por Lars Klevberg na direção e Tyler Burton Smith na escrita. Certamente, não acordou a simpatia do já clássico de Tom Holland. E contudo, o moderno … Continue reading

Posted in Crítica | Tagged , , , , | Leave a comment

Amor, morte e robôs

Com algo de demora, chega o nosso comentário sobre uma interessante proposta de Netflix para os amantes da ficção científica e o terror: Love, Death + Robots.

Posted in Crítica | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

Uma casa construída com vaidade

Os espectadores picheleiros, no contexto do Cineuropa, puderam desfrutar ontem do filme que escandalizou Cannes e que colectou boas críticas em Sitges; a incluir Gaspar Noé, quem afirmou merecer o prémio Méliès de ouro. The House that Jack Built tem, … Continue reading

Posted in Crítica | Tagged , , , , , , | Leave a comment

Tempo morto

O produtor Brad Barugh estrea-se como realizador com Dead Night, uma longa-metragem de terror que congrega algumas boas ideias, mas que erra na fórmula da sua combinação.

Posted in Crítica | Tagged , , , , | Leave a comment

Sem piedade

Pode-se assistir finalmente a um filme bastante aguardado desde Sitges 2017. Trata-se da longa-metragem de debute da realizadora francesa Coralie Fargeat quem aliás, é responsável pelo guião.

Posted in Crítica | Tagged , , , , | Leave a comment

Cine Friki em Maio

Como sabem os seguidores desta página em Facebook; o corunhês Bar Faluya oferece uma programação mensal de filmes seleccionados entre um servidor de vocês e os clientes do local.

Posted in Notícia | Tagged , , , , , , | Leave a comment

Até logo, Ash

A passada segunda despedimos-nos provavelmente dum dos personagens icónicos do terror: Ash Willians, interpretado desde 1981 por Bruce Campbell.

Posted in Notícia | Tagged , , , , , , , , , , | Leave a comment

Destinado ao esquecimento.

O 2017 deixou órfãos todos aqueles que gostamos do neo-giallo. E já vão alguns anos que o sub-género não nos deixa alguma peça de interesse.

Posted in Crítica | Tagged , , | Leave a comment